Ação judicial de desvio do controlador do Xbox ordenada para ir para arbitragem

A Microsoft recentemente solicitou que uma ação coletiva sobre o desvio do controle do Xbox fosse para arbitragem, e um juiz dos EUA já concedeu esse pedido.

O VGC relata que o juiz de Washington Ricardo S. Martinez concordou com a afirmação da Microsoft de que os reclamantes concordaram com o Contrato de Serviços da Microsoft, que exige arbitragem para tais disputas. A Microsoft havia solicitado a arbitragem com base no fato de que concordar com seus termos de serviço obrigava os reclamantes a usar a arbitragem e que uma ação coletiva nem mesmo era permitida.

“Os ávidos jogadores do Xbox que abriram esse processo concordaram repetidamente com a Microsoft em submeter suas disputas a um processo de arbitragem individual amigável ao consumidor”, escreveu o juiz. “O Tribunal, portanto, deve obrigar os Requerentes à arbitragem, onde eles podem litigar seus argumentos quanto ao escopo, injúria e contestação.”

O juiz Martinez rejeitou os argumentos dos demandantes que teriam desfeito a exigência arbitral, como o fato de ter aparecido apenas on-line, uma vez que os guias de produtos encerrados nas caixas do controlador traziam um resumo dos termos da arbitragem.

O processo alega que a Microsoft estava ciente dos problemas de derivação do controlador do Xbox e não divulgou o problema aos clientes. Afirma que muitos consumidores reclamam do problema desde 2014.

A Microsoft parece pelo menos um pouco ciente do problema, pois estendeu a garantia do controlador Elite 2 para tranquilizar uma “pequena porcentagem” de usuários com problemas mecânicos.

A Nintendo também tem enfrentado críticas devido à derrapagem em seus controladores Joy-Con, o que levou a empresa a estender o serviço para controladores com defeito e um pedido de desculpas do presidente da Nintendo, Shuntaro Furukawa. A Valve também enfrentou seus próprios desafios legais sobre os controladores, recentemente perdendo um processo por violação de patente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *