Activision Blizzard e a maior aquisicao da Microsoft de todos

A Microsoft fez ondas na segunda-feira com o anúncio de que planeja comprar a Activision Blizzard por US $ 68,7 bilhões na maior aquisição de jogos da história e a maior da Microsoft no geral.

Mas como, exatamente, a aquisição se compara às aquisições anteriores da Microsoft, outras aquisições de jogos e acordos em outros setores? Vamos cavar.

Maior de todos os tempos

Para a Microsoft, esta foi a maior aquisição da empresa de todos os tempos, e não apenas para jogos – e não por uma pequena margem. Os US$ 68,7 bilhões que a Microsoft está propondo pagar pela Activision Blizzard é cerca de 3 vezes maior do que os US$ 26,2 bilhões que a Microsoft pagou pelo LinkedIn em 2016, que anteriormente era a maior compra da empresa de todos os tempos. Em seguida, foi a aquisição de US$ 19,7 bilhões da Nuance em 2021. Antes disso, a Microsoft pagou US$ 8,5 bilhões para adquirir o Skype em 2011. Observe que todos os números de compra mencionados neste post não são ajustados pela inflação.

Maior aquisição de jogos de todos os tempos

Olhando especificamente para a indústria de videogames, a compra da Activision Blizzard pela Microsoft é significativamente mais cara do que os US$ 8,1 bilhões pagos pela ZeniMax/Bethesda e fatores maiores do que os US$ 2,5 bilhões pagos pela Mojang e pela série Minecraft.

Fora os acordos de jogos da própria Microsoft, esta é a maior compra na história dos videogames por uma margem enorme. Antes de hoje, a maior aquisição de jogos da história foi a compra da Zynga pela Take-Two por US $ 12,7 bilhões, anunciada na semana passada. Em 2016, a Tencent pagou US$ 8,6 bilhões para adquirir a Supercell, desenvolvedora de Clash of Clans, no que era na época o maior de todos os tempos.

Outro grande acordo foi a compra de US $ 5,9 bilhões da Activision Blizzard do estúdio Candy Crush King em 2015 – King agora está definido para se tornar parte da Microsoft.

Outra aquisição de jogos que ultrapassou o limite de um bilhão de dólares foi o acordo de US$ 2 bilhões do Facebook para a Oculus em 2014. E um dos únicos outros negócios de jogos acima de US$ 1 bilhão veio em 2020, quando a Zynga adquiriu a empresa de jogos para celular Peak por US$ 1,8 bilhão. Outro negócio importante foi a compra da Activision Blizzard da Vivendi, que foi avaliada em cerca de US$ 8 bilhões.

Em 2007, a EA pagou US$ 860 milhões para adquirir a desenvolvedora de Mass Effect BioWare e o estúdio Mercenaries Pandemic. Em 2011, a Electronic Arts adquiriu a desenvolvedora de Bejeweled, PopCap, em um acordo no valor de US$ 650 milhões em dinheiro e muitas centenas de milhões a mais em incentivos. Em 2016, a EA voltou ao seu talão de cheques novamente para comprar a Respawn, desenvolvedora de Titanfall, por US$ 141 milhões em dinheiro e milhões a mais em bônus e patrimônio baseado em desempenho.

Outro negócio gigantesco no cenário dos jogos foi para a empresa de jogos casuais Big Fish Games. Churchill Downs, a empresa de corridas de cavalos que opera o Kentucky Derby, pagou US$ 885 milhões para adquirir a Big Fish Games em 2014. Churchill Downs vendeu a Big Fish em 2018 para a empresa de jogos australiana Aristocrat Leisure por US$ 990 milhões.

Fora dos jogos

Para colocar em perspectiva a compra da Activision Blizzard pela Microsoft, podemos olhar para fora dos jogos para obter uma visão mais ampla. A Disney pagou cerca de US$ 4 bilhões para adquirir a Marvel em 2009 antes de desembolsar o mesmo valor para a Lucasfilm/Star Wars em 2012.

O acordo da Microsoft com a Activision está alguns bilhões abaixo dos US$ 73,1 bilhões que a Disney pagou para adquirir muitos dos ativos de TV e cinema da Fox, incluindo Os Simpsons. Fora da mídia, a gigante da cerveja Anheuser-Busch InBev comprou a SABMiller em 2016 por US$ 104 bilhões. Uma das maiores aquisições da história americana moderna foi a fusão de US$ 165 bilhões da AOL com a Time Warner Inc.

O acordo da Microsoft para a Activision Blizzard está projetado para ser fechado em 2023, então ainda pode demorar algum tempo até sabermos mais sobre os detalhes, como se Call of Duty se tornará ou não uma série exclusiva do Xbox daqui para frente. Você também pode conferir um resumo de todas as franquias da Activision Blizzard que a Microsoft agora possui como parte da compra.