Call Of Duty ainda sera lancado no PlayStation diz Phil

Parece que você ainda poderá responder ao Call of Duty no PlayStation no futuro, apesar da aquisição pendente da Activision Blizzard pela Microsoft. O CEO da Microsoft Gaming, Phil Spencer, fez o anúncio apenas alguns dias após a revelação da aquisição, respondendo a uma das perguntas mais urgentes dos jogadores.

Falando no Twitter, Spencer disse que a Microsoft pretende “honrar todos os acordos existentes na aquisição da Activision Blizzard e nosso desejo de manter Call of Duty no PlayStation”.

Havia perguntas sobre a posição de Call of Duty como exclusivo do Xbox no futuro, mas a declaração de Spencer parece colocá-las na cama – pelo menos por enquanto. Também é possível que alguns, mas não todos, os jogos de Call of Duty cheguem ao PlayStation.

Não há como impedir a Microsoft de tornar Call of Duty uma franquia exclusiva de console daqui a vários anos, mas também iria contra a filosofia que as equipes de Spencer adotaram nos últimos anos. Apesar de comprar o Mojang Studios, o Minecraft ainda recebe suporte e até jogos derivados nos sistemas PlayStation e Nintendo.

Outras marcas da Activision Blizzard permanecem pontos de interrogação em relação à exclusividade. Estes incluem Diablo, Warcraft, Overwatch, Tony Hawk’s Pro Skater, Spyro, Crash Bandicoot e outras franquias inativas como Prototype e Singularity. No entanto, há uma boa chance de que a maioria deles encontre o caminho para o Game Pass, se a biblioteca da Bethesda Softworks for algo a seguir.

A aquisição da Activision Blizzard da Microsoft deve ser concluída no ano fiscal de 2023, que começa ainda este ano. Deve ser aprovado pelos órgãos reguladores antes de ser oficializado.

a publicação pode receber uma comissão de ofertas de varejo.