Explicacao do processo de Cyberpunk 2077 Noticias Cibersistemas

Não se lembra da CD Projekt Red ter sido processada? Eu não culpo você. Os investidores entraram com a ação contra o desenvolvedor em 2020 – o que de alguma forma parece ontem e 10 anos atrás ao mesmo tempo. Naquela época, os investidores alegaram que o estado de lançamento de buggy do Cyberpunk 2077 estava escondido deles, fazendo com que perdessem dinheiro.

Agora, a CD Projekt Red pagará US$ 1,85 milhão aos demandantes. Essa quantia cobre “custos de administração de liquidação, impostos, honorários advocatícios” e mais para qualquer investidor que comprou uma ação da CD Projekt Red entre 16 de janeiro de 2020 e 17 de dezembro de 2020.

Isso é uma tonelada de dinheiro, mas pelo lado positivo, pelo menos agora o CD Projekt Red tem outra parte do lançamento difícil do Cyberpunk que eles podem deixar para trás. O jogo está de volta ao PlayStation há algum tempo, versões de última geração foram lançadas, toneladas de ótimas atualizações e correções foram lançadas e as pessoas adoram o anime da Netflix; as coisas parecem boas. Mesmo que o componente multiplayer do jogo tenha sido descartado para focar nessas correções, os residentes de Night City ainda estão recebendo a expansão Phantom Liberty este ano. Isso será um DLC pago, mas o CDPR ainda não anunciou um preço.

E enquanto estamos no assunto de preços de jogos, o Dr. Serkan Toto, da Kantan Games, acha que a indústria verá os preços aumentarem “em geral”.

Em entrevista ao GI.biz, o analista disse que os fãs devem esperar aumentos de preços de jogos, hardware e assinaturas, já que os estúdios tentam compensar os custos crescentes. Os fãs da Nintendo podem estar seguros, já que Toto não acredita que os preços de seu hardware estejam indo para o norte de onde estão agora.

Via Game Spot. Post traduzido e adaptado pelo Cibersistemas.pt