Google e Nvidia estão preocupados com o acordo da Microsoft para comprar a Activision Blizzard – relatório

Início » Games » Google e Nvidia estão preocupados com o acordo da Microsoft para comprar a Activision Blizzard – relatório

Um novo relatório afirma que os gigantes da tecnologia Google e Nvidia expressaram algumas preocupações sobre a proposta de compra da Activision Blizzard pela Microsoft. A FTC processou a Microsoft para tentar interromper o negócio, e o caso agora está indo para o tribunal após uma audiência pré-julgamento no início deste mês.

A Bloomberg relatou que “o Google e a Nvidia forneceram informações que apóiam uma alegação importante da FTC”, que é a de que a Microsoft reivindicaria uma vantagem injusta especificamente nas áreas de jogos móveis, assinaturas e nuvem.

Agora jogando: Maiores jogos do Xbox chegando em 2023 e além

O relatório continua dizendo que a Nvidia disse à FTC que há uma “necessidade de acesso igual e aberto” aos jogos. A empresa, no entanto, não se opõe diretamente ao acordo, disse o relatório.

O Google administra a popular loja Google Play para jogos para celular e experimentou um serviço de streaming com o Stadia; ele será encerrado em 18 de janeiro. A Nvidia, por sua vez, fabrica GPUs e tem seu próprio serviço de streaming, o GeForce Now.

A Microsoft está tentando comprar a Activision Blizzard, em parte, para ajudar a se firmar no espaço de jogos para celular. A Microsoft não tem muita presença no espaço de jogos para celular atualmente, mas se o acordo com a Activision Blizzard for concluído, ela se apropriará de Candy Crush, Call of Duty Mobile, Diablo Immortal e todos os outros jogos para celular da Activision Blizzard.

Google e Nvidia juntam-se à Sony para levantar preocupações sobre a tentativa da Microsoft de comprar a Activision Blizzard. A divisão PlayStation da Sony compete com o Xbox da Microsoft e, especificamente, a Sony levantou preocupações sobre a possibilidade da série Call of Duty da Activision se tornar exclusiva do Xbox. A Microsoft disse que isso não acontecerá e ofereceu à Sony um contrato de 10 anos para o Call of Duty.

Tornar o Call of Duty exclusivo para o Xbox seria uma decisão de negócios “desastrosa”, disse a Microsoft.

A compra da Activision Blizzard pela Microsoft já foi aprovada em lugares como Brasil, Arábia Saudita e Sérvia, mas está tendo muito mais dificuldade para ser finalizada nos EUA e no Reino Unido. Continue verificando o Cibersistemas para as últimas novidades.

Os produtos discutidos aqui foram escolhidos independentemente por nossos editores. A Cibersistemas pode obter uma parte da receita se você comprar qualquer coisa apresentada em nosso site.

Via Game Spot. Post traduzido e adaptado pelo Cibersistemas.pt

Avalie este post

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *