Membro da Comissao Europeia esclarece comentario mostrando aparente fidelidade do

A Comissão Européia, braço executivo da União Européia, anunciou recentemente uma investigação sobre a compra da Activision Blizzard pela Microsoft. Agora, a Comissão teve que se manifestar depois que um funcionário fez um comentário que fez com que alguns jogadores acreditassem que ele poderia ter uma certa preferência na guerra dos consoles.

O membro da comissão Ricardo Cardoso disse em um tweet que o órgão estava “trabalhando para garantir que você ainda possa jogar Call of Duty em outros consoles (incluindo meu PlayStation)”. Embora isso descreva tecnicamente a posição da Microsoft e da Activision sobre o assunto, dado que ambas as empresas afirmaram repetidamente que o COD continuará a ser lançado no PlayStation, alguns sentiram que Cardoso estava expressando sua própria opinião sobre o assunto, e não a do órgão.

Jogando agora: Trailer de elogios de Modern Warfare II | Call of Duty: Modern Warfare II

Em comunicado, a Comissão esclareceu que Cardoso não está envolvido na investigação do órgão, pois trabalha na Direção-Geral do Mercado Interno. A investigação está a ser tratada por um departamento separado, a Direcção-Geral da Concorrência. A Comissão também observa que Cardoso pretendia fazer seus comentários a título pessoal, conforme “indicado claramente em seu perfil no Twitter”. Em outras notícias, retuítes não são endossos.

Embora tudo isso seja muito estranho, está claro que a Comissão Europeia está analisando com atenção a compra da Activision Blizzard pela Microsoft. O órgão anunciou uma investigação “profunda” sobre a transação, e a Autoridade de Concorrência e Mercados do Reino Unido fez o mesmo. Em resposta, a Microsoft afirmou que o PlayStation era o líder de mercado para jogos e que Call of Duty não será exclusivo.

Os produtos discutidos aqui foram escolhidos independentemente por nossos editores. A Cibersistemas pode receber uma parte da receita se você comprar qualquer coisa apresentada em nosso site.

Via Game Spot. Post traduzido e adaptado pelo Cibersistemas.pt