O programa de TV The Last Of Us é realmente bom | Notícias Cibersistemas – Atualizações de notícias GS

Início » Games » O programa de TV The Last Of Us é realmente bom | Notícias Cibersistemas – Atualizações de notícias GS

As críticas para o programa The Last of Us da HBO chegaram, e as coisas parecem boas para este programa sombrio. No site irmão da Cibersistemas Metacritic, a classificação atual do programa é 84 com 23 críticas. Mark Delaney, da Cibersistemas, deu à primeira temporada uma nota 9 de 10, afirmando que, “[The Last of Us] parece uma expansão vital de um universo fictício que tanto amo. Há coisas que só o videogame pode fazer, como colocar os jogadores no lugar de Joel, mas também há coisas exclusivas da televisão, e The Last of Us brilha mais quando reconhece e se inclina para essas oportunidades. Não se engane: The Last of Us na HBO parece o começo de uma nova era para adaptações de videogames de ação ao vivo.”

Eu mesmo assisti ao primeiro episódio do show e espelho exatamente o sentimento de Mark: é incrivelmente fiel ao jogo original, mas substitui o tempo consumido pela jogabilidade adicionando significado e verdade à experiência, rugas aos personagens e à história. Acho que os fãs do jogo vão ficar muito felizes.

Uma surpresa um tanto desagradável é que o Xbox finalmente anunciou o que está indo e vindo de seu serviço Game Pass em janeiro, e as respostas são… Nada assombrosas.

Por um lado, os lançamentos para assinatura são excelentes, incluindo Persona 3 Portable, Persona 4 Golden e Monster Hunter Rise. Por outro lado, não são apenas aqueles simplesmente ports de jogos que já chegaram a outras consolas (embora uma opção muito mais fácil para jogar os dois jogos Persona) como já sabíamos que estes jogos chegariam ao serviço este mês.

O que talvez seja mais interessante é o que está saindo. Embora nenhum dos jogos que se despede do Game Pass sejam massivos, títulos obrigatórios, um deles é curioso por ser desenvolvido por um Xbox Game Studio.

We Happy Few da Compulsion Games lançado em 2018, mesmo ano em que a desenvolvedora foi comprada pela Microsoft. No entanto, o jogo já tinha um contrato de publicação com a Gearbox, e pode ser por isso que está deixando o Game Pass quase cinco anos depois. O Xbox provavelmente precisaria continuar pagando o Gearbox para tê-lo no serviço, e os números do Game Pass provavelmente mostram que isso não valeria a pena.

Vá para Cibersistemas ponto com para obter a lista completa de jogos que saem do Game Pass este mês.

Via Game Spot. Post traduzido e adaptado pelo Cibersistemas.pt

Avalie este post

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *