Phil Spencer fala sobre acordo com a Activision e a política do Xbox sobre jogos exclusivos

Halo Infinite esta despejando o ultimo modo de pe espartano

Em uma nova entrevista, o chefe do Xbox, Phil Spencer, discutiu as razões por trás da aquisição da Activision Blizzard e a política da empresa sobre exclusividade de console.

Falando ao XboxOn, Phil Spencer afirmou que o Xbox está focado na vitrine de junho, mas outras novidades estarão a caminho. Spencer também mencionou que Everwild, da desenvolvedora Rare, ainda está em desenvolvimento. Quando perguntado sobre a resposta à aquisição da Activision Blizzard, Spencer disse: “Para a comunidade do Xbox, há muita expectativa… .. como isso vai afetar a concorrência?”

Ele reafirmou que a aquisição da Activision Blizzard nunca foi principalmente sobre Call of Duty, mas sim sobre a construção do portfólio móvel da empresa. “[Mobile] é a maior plataforma de jogos do planeta… para nós, a lógica realmente começou em como ganhamos mais capacidade no celular?” Ele comentou sobre o próprio Call of Duty. Ele disse: “queremos aumentar os lugares onde as pessoas podem jogar Call of Duty. Mais ou menos como Minecraft.” Ele também afirmou que certos modos ou cosméticos em Call of Duty não serão exclusivos do Xbox.

O Xbox continuará a promover e desenvolver jogos exclusivos. Spencer se dirigiu especificamente a Starfield, dizendo: “Acho que nunca disse que Starfield não seria exclusivo do Xbox … Acho que o que eu disse é que vamos analisar caso a caso. base. Não vamos puxar jogos que estão em outras plataformas.” Spencer também mencionou que acredita que a IA será uma força positiva para os jogos no futuro.

Os produtos discutidos aqui foram escolhidos independentemente por nossos editores. A Cibersistemas pode obter uma parte da receita se você comprar qualquer coisa apresentada em nosso site.

Via Game Spot. Post traduzido e adaptado pelo Cibersistemas.pt