Interoperabilidade no Blockchain – O que é e como funciona?

Todos nós já equiparamos a descentralização com o blockchain, o que faz todo o sentido, pois uma das principais características da tecnologia blockchain é sua natureza descentralizada.

No entanto, com a descentralização vem muita incerteza. Como diferentes blockchains podem se conectar? Podemos encontrar algo universal sobre eles? É claro que existem muitos dilemas aqui, e é por isso que a interoperabilidade do blockchain se tornou um tema quente nos últimos anos.

Esse fenômeno deve ter um impacto profundo na esfera criptográfica e além e, sem dúvida, levará a mais inovação e crescimento. Mas o que é isso? Como funciona? Mais importante, o que isso significa para você? Vamos descobrir!

Explicação da interoperabilidade do Blockchain

A interoperabilidade Blockchain é uma tecnologia altamente complexa do ponto de vista científico. No entanto, o que ele faz é simples – permite que diferentes blockchains que operam de forma independente se conectem e se comuniquem.

Graças à interoperabilidade, as blockchains podem compartilhar dados, informações e muito mais. Em outras palavras, usuários comuns podem usar diferentes blockchains sem se preocupar com problemas de compatibilidade.

Para uma melhor compreensão, é melhor considerar os e-mails. Quando você envia um e-mail para alguém, não precisa se preocupar em escolher o mesmo provedor que a outra pessoa usa. Eles podem ter AOL, Outlook, Yahoo ou qualquer outro serviço, enquanto você usa o Gmail ou Zoho Mail. Não importa, pois o e-mail chegará ao outro endereço independentemente do provedor. Essa interoperabilidade da tecnologia de e-mail é o que a tornou tão bem-sucedida e amplamente adotada em primeiro lugar.

Com blockchains, isso não é verdade. Algumas blockchains são interoperáveis, e temos várias pioneiras nessa tecnologia, como Polkadot, Cosmos, Cardano e outras. No entanto, a maioria não é, então você pode não ser capaz de usá-los o tempo todo.

Com a interoperabilidade do blockchain, cada blockchain seria capaz de interagir e enviar dados e mensagens para outro.

Importância da interoperabilidade para Web3

Como todos sabemos, a Web3 está a caminho. Podemos não ser capazes de prever como será, mas várias blockchains certamente desempenharão um papel fundamental.

Além disso, as finanças descentralizadas serão uma das maiores partes da Web3, e é uma das principais razões pelas quais precisaremos introduzir a verdadeira interoperabilidade de blockchain para tornar isso realidade. As pessoas vão querer gerenciar suas finanças e fazer pagamentos pela web e diferentes blockchains sem precisar usar tokens e moedas diferentes todas as vezes.

Além disso, diferentes blockchains têm funcionalidades diferentes, e um usuário regular terá que lidar com muitas delas diariamente. Isso precisará ser possível sem se preocupar com a interoperabilidade. Em essência, sem interoperabilidade, seria como se não pudéssemos usar vários sites e plataformas na web de forma tão fácil e simultânea como fazemos hoje.

Então, se quisermos ter a Web3, precisaremos de uma maneira de implementar as soluções mais recentes na nova internet, exatamente como fazemos hoje. Em outras palavras, precisaremos de interoperabilidade blockchain.

Exemplos de soluções de interoperabilidade Blockchain

No momento, temos muitos projetos tentando resolver a interoperabilidade, cada um à sua maneira. Polkadot e Cardano são uma das blockchains mais proeminentes na web que estão lidando com isso.

Polkadot usa algo chamado parachains. Eles funcionam como blockchains de camada 1 individuais e podem funcionar simultaneamente na rede Polkadot. Cada cadeia depende da segurança da cadeia principal, mas ainda preserva sua individualidade.

Por outro lado, Cardano concentrou-se em contratos inteligentes desde o início, o que efetivamente levou à interoperabilidade.

Cardano e Polkadot não são os únicos projetos que tentam resolver a interoperabilidade entre blockchains. Também temos muitas outras iniciativas menores que foram mais longe.

Um bom exemplo é o t3rn, uma plataforma de hospedagem de contratos inteligentes que oferece implementações de contratos inteligentes interoperáveis ​​com um mecanismo à prova de falhas adicionado que garante a reversibilidade das transações, outra coisa que atualmente não é possível com a maioria das blockchains.

A t3rn oferece padrões uniformes para integrar blockchains baseados em transações e orientados a contratos inteligentes por meio de gateways exclusivos. Em outras palavras, a execução multi-cadeia e a interoperabilidade são garantidas.

Resultado final

A interoperabilidade do Blockchain é um tópico complexo e certamente não será fácil implementar uma solução que lide com a interoperabilidade para toda a Internet. No entanto, é necessário e inevitável para a Web3. Será interessante ver como isso será tratado no futuro, mas esperamos que você esteja ciente de como isso é importante para a web de amanhã.

Com informações de News BTC.

Avalie este post

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *