The Voice Recap: Kique Parijita, Bastola – Top 13 Performances

Início » Notícias » Séries e TV » The Voice Recap: Kique Parijita, Bastola – Top 13 Performances

episódio de segunda-feira A voz foi extra especial e completamente comum – o primeiro porque os competidores apresentavam canções que mudaram suas vidas, isso porque, no final das contas, tudo o que eles realmente queriam fazer era, como sempre, continuar na corrida para vencer. Qual dos 13 primeiros parecia uma aposta segura para avançar? Continue lendo e discutiremos sobre as apresentações.

a-voz-recapitulação-kique-parijita-bastola-top-13-performancesKique (Team Gwen), “Superstition” — Nota: B+ | Já que foi o professor de banda do ensino médio de Kique quem apresentou o hit de Stevie Wonder ao jovem de 19 anos, ele provavelmente deveria voltar e agradecê-lo, porque ele soou muito bem no número – forte, comovente e confiante. Seu treinador disse que ele não apenas acertou em cheio, como também o tornou seu, e por mais sarcástico que eu seja, tive que concordar.

Bryce Leatherwood (Team Blake), “Amarillo by Morning” — Nota: B+ | “Se você mirar no rei” – George Strait neste caso – “é melhor não errar”, Bryce nos disse antes de dar uma mordida no clássico no qual ele cortou os dentes. E por Deus, ele não errou. O menino do interior de Blake acabou não sendo perfeito, mas ainda assim muito bom, e o que pode ter sido o meu favorito de suas apresentações até agora. (Definitivamente não vai precisar do Instant Save Tuesday!)

Devix (Team Camila), “RU Mine?” — Grau: A- | EUNo ensaio, Devix parecia ter sido feito para cantar a música do Arctic Monkeys que o fez realmente considerar ser um vocalista. E no palco, ah sim! [Bleep], sim, mesmo! Este foi um momento de deus do rock total para Devix. Ele parecia incrível e parecia totalmente em casa sob os holofotes. A menos que você odeie rock alternativo, tenho a sensação de que, quando ele terminou, você estava tão obcecado por ele quanto eu. Além de perverso!

Rowan Grace (Team Blake), “O Vencedor Leva Tudo” — Nota: C- | No ensaio, a jovem de 17 anos compartilhou que cantou músicas do ABBA para seus pais quando jovem. (Bem, como um par mais jovem jovem.) Eu não tinha certeza se fazer isso aqui era uma ideia tão boa, no entanto. Por mais que eu queira gostar dela – honestamente, eu quero – isso foi apenas… Qual é a palavra? Uma bagunça. Pitchy, gritante, apenas em todo o lugar. Não bastante um desastre, mas aos meus ouvidos, bem próximo disso. Claro, posso estar totalmente errado; os treinadores só elogiaram Rowan.

The Voice Recap Kique Parijita Bastola Top 13 ApresentaçõesOmar Jose Cardona (Team Legend), “In the Name of Love” — Nota: A+ | Depois de explicar que a música de Bebe Rexha/Martin Garrix o colocou em um caminho melhor (longe de se isolar e apenas festejar), Omar se aproximou do microfone e me lembrou em termos inequívocos por que eu estava tão chapado dele antes. Um tanto, Muito de melhor seleção de músicas do que ouvimos dele ultimamente; permitiu que seus vocais subissem de uma maneira que era … caramba. Parecia assustadoramente impossível! Não é bom, não é ótimo, surpreendente!

Alyssa Witrado (Team Gwen), “Dreaming of You” — Nota: D | Cantando o hit de Selena que uma vez a fez perceber o quanto ela sentia falta de seu falecido avô, o Mini-Me de Gwen fez uma performance plana que foi pontuada pelo maior número de gestos com as mãos que vimos desde Morgan Myles, algumas semanas atrás. Pelo menos depois disso, o desempenho de Rowan não parecia tão ruim em comparação. Alyssa ainda recebeu um pouquinho de crítica construtiva gentil de Camila (e você conhecer quão raras são as críticas neste programa!).

The Voice Recap Kique Parijita Bastola Top 13 Apresentaçõesbodie (Team Blake), “I’m Gonna Be (500 Miles)” — Nota: A | Oi, eu só sabia isso seria incrível a partir do minuto em que o fã favorito nos dissesse que queria, como seu treinador diria, corporificar o hit do The Proclaimers que o fez pensar em sua esposa e na vida deles juntos. Ele começou lento e pensativo, então construiu um refrão que soava gloriosamente apaixonado ao invés de apenas alegre como o original. De jeito nenhum Bodie não vai até as finais. Cara é uma estrela e meia!

Kim Cruse (Team Legend), “Always On My Mind” — Nota: A+ | A potência do Texas esperava surpreender os telespectadores fazendo uma música country – e uma que ela passou a apreciar em um novo nível após o falecimento de sua avó. Não sei se diria que fiquei surpreso – Kim cantava na lista telefônica e soava incrível. Mas Senhor, ela realmente parecia divina aqui! Ela nos levou à igreja e fez uma versão de Willie Nelson que foi comovente e comovente até o enésimo.

The Voice Recap Kique Parijita Bastola Top 13 ApresentaçõesBrayden Lape (Team Blake), “Come Over” — Nota: C+ | Cantando a versão de Sam Hunt do número de Kenny Chesney que o fez se apaixonar por cantar, o jovem de 16 anos foi mais um encolher de ombros do que um high-five. Ele era um pouco agitado e tão relaxado que parecia estar deitado. “Você tem futuro na música country”, garantiu seu treinador. Eu não tinha muita certeza de que ele tinha muito de um neste concurso, no entanto. Sabendo que Brayden foi melhor, foi uma decepção sem brilho.

Eric Who (Team Camila), “Can’t Help Falling in Love” — Nota: C | Na esperança de mostrar à América seu lado mais suave, Eric mergulhou na balada de Elvis que ele disse ter começado a cantar de forma diferente depois que se apaixonou pela primeira vez. E macio, certamente era. Infelizmente, sem sua habitual personalidade chamativa no palco, percebemos mais uma vez que ele é um cantor OK na melhor das hipóteses. Cara doce, divertido de assistir, mas ele é um Omar, Devix ou corpo? Infelizmente, não.

Morgan Myles (Team Camila), “Se eu fosse um menino” — Nota: A+ | Sentir que o sucesso de Beyonce contou a história de como seu próprio caminho como cantora country teria sido mais fácil se ela fosse um cara, Morgan absolutamente rasgado na música com uma força e fogo que quase ousou você negar como Boa ótima ela é. Indiscutivelmente seu melhor desempenho até agora. Totalmente elétrico!

The Voice Recap Kique Parijita Bastola Top 13 ApresentaçõesParijita Bastola (Team Legend), “All I Ask” — Nota: A | Interpretando a música de Adele com a qual ela conquistou o primeiro lugar em uma competição de canto nepalesa, a adolescente – até agora, minha escolha para vencer a 22ª temporada – fez outra em uma sequência ininterrupta de apresentações impressionantes. O garoto canta como um profissional total, com tanto controle quanto emoção. O que mais você pode dizer sobre um competidor que pode não apenas tocar uma música de Adele, mas enfrentar o desafio monumental que ela apresenta? Ela é demais.

Justin Aaron (Team Gwen), “Break Every Chain” — Nota: A+ | No ensaio, Justin explicou que a música de Tasha Cobbs Leonard ajudou a tirá-lo de uma terrível depressão. Nesse caso, seu treinador queria que ele chorasse. Em vez disso, ele deve ter feito muitos espectadores chorarem. A virada de uma cadeira derramou tanta intensidade em sua performance que ele quase rugiu. “Você levou para o próximo nível,” Gwen exclamou. Se você me perguntar, ele chegou ao nível depois disso também. Superpoderoso!

Então, cujas apresentações foram música para seus ouvidos? Vote na enquete abaixo e, em seguida, clique nos comentários com suas críticas.



Com informações de TV Line.

Avalie este post

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *