VÍDEO: Cena de Luke Butt de ‘Gilmore Girls’ de Scott Patterson na 3ª temporada

Início » Notícias » Séries e TV » VÍDEO: Cena de Luke Butt de ‘Gilmore Girls’ de Scott Patterson na 3ª temporada

Gilmore Girls‘ Scott Patterson está chamando a criadora da série Amy Sherman-Palladino por objetificar seu personagem na terceira temporada.

Na parte mais recente do podcast rewatch Estou com tudo, o ex-TV Luke Danes se lembra de se sentir desconfortável durante as filmagens da 3ª temporada, episódio 19, “Keg! Máximo!” A cena em questão – que está incorporada acima – vê Lorelai de Lauren Graham e Sookie de Melissa McCarthy discutindo a bunda de Luke depois que Sookie acidentalmente faz contato com o traseiro de Luke.

“Percebi que não estava tudo bem, e isso não me fez sentir confortável. Isso me fez sentir muito envergonhado, na verdade”, diz Patterson. “É irritante ser tratado dessa forma. É irritante porque você está sendo tratado como um objeto. É perturbador e nojento, e eu tive que suportar isso durante toda aquela cena e muitas tomadas. Era tudo sobre a bunda, a bunda, a bunda, a bunda. Quando não estávamos filmando, estávamos sentados [and] as pessoas ainda estavam falando sobre a bunda, a bunda, a bunda. Foi o momento mais perturbador que eu já passei naquele set, e eu mal podia esperar para aquele dia acabar.

“Coloque-se no meu lugar”, continua ele. “Fique ali na frente de todas aquelas pessoas filmando, e é assim que o criador do programa vê esse personagem – que você pode humilhá-lo e tirar sua dignidade de toda a cena e tudo bem. E não estava tudo bem comigo, e eu odiava aquela cena… Eu tive que ir trabalhar e filmar isso. Eu tive que aprender essas linhas. Eu tive que ensaiar aquela cena. Eu tive que filmar essa cena muitas, muitas, muitas vezes. Tivemos que fazer aquela cena em uma mesa lida com toda a produção presente – a equipe, o elenco, todos os executivos.”

Patterson finalmente postula que “é tão nojento para as mulheres objetificar os homens quanto para os homens objetificar as mulheres, e é tão prejudicial… Só porque era 2003 não significa que estava tudo bem”, ele aponta. “Nunca está tudo bem, e eu não me senti confortável fazendo isso, e isso me irritou. E eu nunca disse nada, então fiquei com raiva de mim mesmo por nunca dizer nada. Mas eu tinha esse trabalho e não queria fazer ondas e tudo mais.”

Ouça o podcast abaixo — a conversa sobre a cena acima mencionada começa na marca dos 39:55 — depois clique nos comentários: Você acha que a cena foi longe demais?



Com informações de TV Line.

Avalie este post

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *