A Apple parece ter registrado marcas comerciais ‘Reality’: o que isso pode significar para o lançamento do headset AR?

Início » Notícias » Tech » A Apple parece ter registrado marcas comerciais ‘Reality’: o que isso pode significar para o lançamento do headset AR?

A gigante da tecnologia Apple pode usar ‘Reality’ no nome e na marca de seu fone de ouvido de realidade mista, de acordo com pedidos de marca registrada.

Três arquivos diferentes mostram marcas registradas para os termos ‘Reality One’, ‘Reality Pro’ e ‘Reality Processor’, que correspondem ao nome realityOS que apareceu no código da Apple e um aplicativo de marca registrada que talvez faça alusão ao sistema operacional do fone de ouvido, citando Bloomberg, The Cibersistemas informou.

Os pedidos foram enviados por uma empresa chamada Immersive Health Solutions, LLC, não pela Apple. Para ajudar a manter seus planos em segredo, empresas como a Apple frequentemente utilizam os nomes de empresas de fachada ao solicitar uma patente ou marca registrada.

Mas, como aponta o relatório original, a Immersive Health Solutions, com sede em Delaware, foi registrada pela Corporation Trust Co. — outra empresa de fachada que também apareceu na marca realityOS. Reino Unido, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Arábia Saudita, Costa Rica e Uruguai.

Todos os três registros mencionam “fones de ouvido de realidade virtual e aumentada, óculos de proteção, óculos e óculos inteligentes”, disse o relatório. A marca registrada ‘Reality One’ pode se referir ao nome do próprio fone de ouvido, enquanto ‘Reality Pro’ indica uma versão aprimorada que a Apple planejou no futuro, de acordo com o mesmo apelido ‘Pro’ que a Apple aplica aos seus dispositivos finais.

Enquanto isso, o nome ‘Reality Processor’ pode fazer alusão à unidade de processamento do fone de ouvido, que há rumores de ser um chip M2.

(Exceto o título e a imagem da capa, o restante deste artigo do IANS não foi editado)

Para mais notícias de tecnologia, análises de produtos, recursos e atualizações de tecnologia científica, continue lendo Digit.in.

Com informações de Digit Magazine.

Avalie este post

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *