Intrigante exoplaneta pode estar inteiramente coberto de oceano

Início » Notícias » Tech » Intrigante exoplaneta pode estar inteiramente coberto de oceano

Astrônomos descobriram um exoplaneta intrigante que pode estar inteiramente coberto de água. O mundo oceânico potencial é chamado TOI-1452 b, localizado a cerca de 100 anos-luz de distância na constelação de Draco.

O planeta foi descoberto por uma equipe internacional usando dados do Transiting Exoplanet Survey Satellite da NASA, ou TESS, e é um tipo de planeta chamado super-Terra que é um pouco maior e mais pesado que a Terra. Está na zona habitável de sua estrela hospedeira, o que significa que é a distância certa da estrela para a existência de água líquida em sua superfície.

Representação artística do exoplaneta TOI-1452 b, um pequeno planeta que pode estar inteiramente coberto por um oceano profundo.
Representação artística do exoplaneta TOI-1452 b, um pequeno planeta que pode estar inteiramente coberto por um oceano profundo. Benoit Gougeon, Université de Montreal

As pistas de que este poderia ser um mundo oceânico estão relacionadas ao raio, massa e densidade do planeta. Embora a Terra tenha 70% de sua superfície coberta por oceanos, essa água representa menos de 1% da massa do nosso planeta. Mas o planeta TOI-1452 b tem uma densidade que sugere que grande parte de sua massa, até 30%, pode ser composta de componentes mais leves como a água.

“TOI-1452 b é um dos melhores candidatos a planeta oceânico que encontramos até hoje”, explicou o pesquisador principal Charles Cadieux em um comunicado. “Seu raio e massa sugerem uma densidade muito menor do que se esperaria para um planeta que é basicamente composto de metal e rocha, como a Terra.”

Representação artística da superfície do TOI-1452 b, que poderia ser um “planeta oceânico”, ou seja, um planeta inteiramente coberto por uma espessa camada de água líquida.
Representação artística da superfície do TOI-1452 b, que poderia ser um “planeta oceânico”, ou seja, um planeta inteiramente coberto por uma espessa camada de água líquida. Benoit Gougeon, Université de Montreal

Isso torna o planeta potencialmente semelhante a algumas luas do nosso sistema solar, como as luas de Júpiter, Ganimedes e Calisto, ou as luas de Saturno, Titã e Encélado, que se acredita hospedarem oceanos líquidos. No entanto, os oceanos nessas luas estão escondidos sob grossas crostas de gelo porque estão muito longe do sol.

Os pesquisadores estão ansiosos para estudar o TOI-1452 b com mais profundidade para ver se ele realmente está coberto por um oceano profundo ou se há outra explicação para seu tamanho e densidade, como ser uma rocha muito grande sem atmosfera. Eles esperam agendar mais observações do planeta usando o Telescópio Espacial James Webb.

“Nossas observações com o Telescópio Webb serão essenciais para entender melhor o TOI-1452 b”, disse outro dos pesquisadores, René Doyon, que também é o Investigador Principal do instrumento NIRISS de Webb. “Assim que pudermos, reservaremos tempo no Webb para observar este mundo estranho e maravilhoso.”

A pesquisa foi publicada no The Astronomical Journal.






Com informações de Digital Trends.

Avalie este post

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *