FAA interrompe o tráfego aéreo na área de Nova York depois que funcionários do tráfego aéreo testam positivo para COVID-19


A Administração Federal de Aviação partidas temporariamente interrompidas dos aeroportos de Nova York e Filadélfia, depois que um trainee no Centro de Controle de Tráfego Aéreo de Nova York, em Long Island, testou positivo para COVID-19 hoje. A pessoa não estava na instalação desde 17 de março e a FAA está higienizando as áreas afetadas.

O centro, que lida principalmente com vôos de alta altitude, permanece aberto. Mas a FAA está redirecionando os vôos “como parte de um plano de contingência de longa data para garantir operações contínuas”.

A FAA disse em comunicado que está “trabalhando com autoridades locais de saúde e representantes de funcionários para determinar quantas pessoas podem ter interagido com o estagiário nos últimos dias”.

CNBC relatou que houve problemas de pessoal devido ao coronavírus nas instalações da FAA em todo o país; na quarta-feira, os vôos do Aeroporto Internacional McCarran em Las Vegas foram desviados porque um controlador de tráfego aéreo “potencialmente testou positivo” para o COVID-19.

Em desenvolvimento…





Fonte

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *