Google baniu o aplicativo Infowars para Android por alegações falsas de coronavírus

Google baniu o aplicativo Infowars para Android por alegações falsas de coronavírus

28 de March, 2020 0 By António César de Andrade
Click to rate this post!
[Total: 0 Average: 0]


O Google baniu o aplicativo Infowars para Android da loja Google Play, confirmou a empresa Com fio na sexta. O Google também confirmou a remoção do aplicativo para The Verge, e não conseguimos encontrar o aplicativo Infowars em uma pesquisa na Play Store hoje à noite.

Aparentemente, o aplicativo foi removido por causa de um vídeo postado pelo apresentador de rádio e teórico da conspiração Alex Jones que, segundo Com fio, “Contestou a necessidade de distanciamento social, abrigo e esforços de quarentena destinados a retardar a disseminação do novo coronavírus”. Antes de ser removido, o aplicativo tinha mais de 100.000 downloads, Com fio relatórios.

“Agora, mais do que nunca, combater a desinformação na Play Store é uma das principais prioridades da equipe”, disse um porta-voz do Google em comunicado dado a The Verge. “Quando encontramos aplicativos que violam a política do Google Play através da distribuição de informações enganosas ou prejudiciais, os removemos da loja”. Infowars não estava disponível imediatamente para comentar.

Na semana passada, Alex Jones foi ordenado pela procuradora-geral de Nova York, Letitia James, a parar de vender os produtos da Infowars que eram comercializados como tratamento ou cura para o coronavírus. “[Alex Jones’] as últimas mentiras são incrivelmente perigosas e representam uma séria ameaça à saúde pública dos nova-iorquinos e indivíduos de todo o país ”, afirmou James em comunicado.

As empresas de tecnologia também se comprometeram publicamente a reprimir a desinformação do coronavírus. O Google possui um “Alerta SOS” para pesquisas por COVID-19, a doença causada pelo novo coronavírus, que aponta para recursos do CDC e dos governos locais no topo dos resultados de pesquisa. E um grupo de empresas que inclui Facebook, Google, LinkedIn, Microsoft, Reddit, Twitter e YouTube disse que estão “combatendo conjuntamente fraudes e informações erradas sobre o vírus” em comunicado divulgado em 16 de março.

A Apple baniu permanentemente o aplicativo Infowars da App Store em setembro de 2018, citando diretrizes da App Store que proíbem conteúdo “ofensivo, insensível, perturbador, destinado a nojo ou com um gosto excepcionalmente ruim”.



Fonte