Reino Unido pede às transportadoras que enviem alerta de coronavírus porque o sistema de emergência nunca foi concluído


O governo do Reino Unido recorreu a operadoras de telefonia móvel como EE, o2, Vodafone e Three para enviar hoje um alerta de emergência contra coronavírus. É a primeira vez que todas as operadoras do Reino Unido são instruídas a enviar uma mensagem aos clientes em nome do governo, em meio à pandemia de coronavírus em andamento.

Solicita-se aos cidadãos do Reino Unido que fiquem em casa e só saiam para comer por motivos de saúde ou trabalho essencial. O alerta pede que as pessoas fiquem em casa e links para o site oficial de resposta ao coronavírus do governo do Reino Unido. Isso ocorre apenas algumas horas depois que o primeiro-ministro britânico Boris Johnson introduziu medidas drásticas para proibir reuniões de três ou mais pessoas.

O governo do Reino Unido foi forçado a trabalhar com as transportadoras britânicas para distribuir a mensagem, pois um sistema de alerta de emergência, testado há quase sete anos, nunca foi concluído e implementado. Lord Toby Harris, ex-presidente do Conselho Nacional de Normas Comerciais, acusou o governo do Reino Unido de discutir sobre qual departamento deveria ser responsável pelo sistema de alerta. “Ficou entre os departamentos do governo quem vai pagar a conta, quem vai liderar e todos os tipos de questões”, diz Harris em comunicado à imprensa. O guardião.

O governo do Reino Unido também está conversando com a operadora de celular EE para usar a localização do telefone e os dados de uso para monitorar se as pessoas estão realmente em casa ou não. Isso levanta uma série de preocupações com a privacidade que precisam ser tratadas antes que os dados sejam usados ​​para combater a pandemia de coronavírus em andamento.



Fonte

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *