Sexta-feira 13: produtor está processando os estúdios por causa dos lucros

O produtor e co-criador Sean Cunningham está processando os distribuidores Warner e Paramount. Cunningham afirma que os estúdios “calcularam mal sistematicamente” quanto de dinheiro a franquia slasher ganhou ao longo das décadas.

De acordo com o The Hollywood Reporter, Cunningham apresentou a queixa no Tribunal Superior de Los Angeles. Ele afirma que a Warner e a Paramount são culpadas do que é comumente conhecido como “contabilidade de Hollywood”. É aqui que um estúdio afirma que um filme ganhou muito menos dinheiro do que realmente ganhou, deduzindo taxas adicionais e elementos de subnotificação como merchandising e receita de TV. Como resultado, os participantes do lucro, como os produtores, recebem menos quando o filme dá lucro. Cunningham afirma que a série rendeu mais de US $ 129 milhões.

Esta é a segunda sexta-feira da 13ª ação movida por Cunningham nos últimos anos. Em 2016, Cunningham processou Victor Miller, que escreveu o roteiro do filme original em 1980. Cunningham argumenta que Miller era apenas um escritor contratado e não tinha direitos sobre a história ou os personagens daquele primeiro filme, enquanto Miller é buscando a propriedade deles. THR afirma que uma decisão sobre este caso está “pendente”.

O processo Miller significa que a série está atualmente em um estado de limbo. O último filme, um reboot simplesmente intitulado Friday the 13th, foi lançado em 2009. Em 2018, Andrew Form, cuja empresa Platinum Dunes o produziu, afirmou que os “direitos estão um pouco bagunçados”, mas “acredito sinceramente que outra versão, outra encarnação da sexta-feira 13 precisa ser feita e trazida ao mundo. ” Um novo filme foi agendado para lançamento em 2015, mas acabou sendo removido da programação após mudar a data de lançamento algumas vezes.

Em notícias relacionadas, a outra grande franquia slasher dos anos 80 – Halloween – retorna às telas em outubro. Halloween Kills é a sequência da reinicialização de sucesso de 2018 – assista ao trailer mais recente aqui. Para mais informações, consulte o guia da Cibersistemas para os maiores filmes de terror de 2021.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *