O Bitcoin segue o que o estrategista sênior de commodities da Bloomberg Intelligence, Mike McGlone, chama de “trajetória duradoura”. A criptomoeda de referência é um dos ativos de melhor desempenho da história, como disse o especialista em um relatório recente, e pode estar a caminho de registrar novos ganhos no segundo semestre de 2022.

No momento da redação deste artigo, o preço do BTC é negociado a US$ 23.900 com um lucro de 3% sobre o pregão de hoje e um lucro de 2,4% na semana passada. A criptomoeda parece estar com tendência de alta devido a uma diminuição nas expectativas inflacionárias para a impressão do Índice de Preços ao Consumidor (CPI) de julho.

Bitcoin BTC BTCUSDT
Preço do BTC com ganhos importantes no gráfico de 4 horas. Fonte: BTCUSDT Tradingview

Essa métrica vem registrando altas de várias décadas, forçando o Federal Reserve (Fed) dos EUA a tomar medidas diminuindo seu balanço patrimonial e elevando as taxas de juros. Assim, criando um ambiente econômico hostil para ativos de risco, como Bitcoin e ações.

A criptomoeda pode se beneficiar das forças deflacionárias, acredita McGlone. O Índice de Commodities da Bloomberg e o preço das principais commodities, como Petróleo e Cobre, estão sugerindo essa tendência.

Nesse sentido, os especialistas esperam que os ativos com oferta fixa se recuperem. Isso pode definir o ouro e o Bitcoin para atingir US$ 2.000 e US$ 100.000, respectivamente, no longo prazo.

McGlone acredita que a criptomoeda de referência está se tornando um ativo mais estável e menos arriscado. Isso pode se traduzir no BTC operando como uma “versão beta alta do metal (ouro) e títulos do Tesouro”.

O preço do Bitcoin e do ouro pode começar a “acelerar”, diz o relatório, se o petróleo West Texas Intermediate (WTI), uma referência para os preços do petróleo, seguir a tendência de queda nas commodities. McGlone escreveu:

É uma questão de oferta, demanda e adoção nos próximos 14 anos que deve impulsionar os preços, e vemos poucas razões para complicar o que parecem ser trajetórias duradouras, notáveis ​​no avanço da tecnologia (…).

O outro lado da moeda, por que o Bitcoin poderia sustentar seus ganhos

Como visto abaixo, o preço do petróleo WTI quebrou acima de um importante nível de resistência em 2021. McGlone observou que o preço do ouro e do petróleo foram historicamente correlacionados inversamente.

Assim, por que ele parece convencido de que o petróleo está sugerindo uma valorização do metal precioso e sua versão 2.0, o Bitcoin. O especialista da Bloomberg Intelligence disse:

Nosso viés está inclinado para mais da mesma tendência de oscilação do pêndulo (Petróleo para baixo com Ouro subindo) para que o petróleo continue em queda no 2S. Na medida em que o cobre afundando prenuncia tendências deflacionárias globais e o potencial para o fim dos aumentos das taxas do Fed, o ouro deve ganhar sustentação para ultrapassar US $ 2.000 a onça.

Bitcoin BTC BTCUSDT
Fonte: Mike McGlone via Twitter

Com informações de News BTC.