A atualização do Nintendo Switch proíbe mais palavras de nomes de usuário

A atualização do Nintendo Switch proíbe mais palavras de nomes de usuário

15 de September, 2020 0 By António César de Andrade
Click to rate this post!
[Total: 0 Average: 0]

A última atualização de firmware do Switch da Nintendo se concentra principalmente na estabilidade geral do sistema. Mas também parece proibir que várias palavras sejam incluídas nos nomes de usuário, muitas em resposta ao mundo atual e aos eventos políticos americanos.

Modder OatmealDome (via Polygon) descobriu que a atualização da Versão 10.2.0 adicionou os termos KKK, escravo, nazi e ACAB à lista de banidos, todos termos relacionados aos atuais protestos raciais na América. Também proibiu termos relacionados à pandemia, coronavírus e COVID. A Polygon relatou que descobriu que essas palavras foram recebidas com uma mensagem de aviso, mas a sigla “BLM” ainda era permitida.

Em junho, a Nintendo se juntou a várias outras empresas da indústria de jogos para divulgar declarações de apoio aos protestos por justiça racial inspirados pela morte de George Floyd.

“A Nintendo compartilha a dor sentida nos Estados Unidos após a trágica morte de George Floyd, e apoiamos a comunidade negra e todos aqueles que reconhecem nossa humanidade compartilhada e crença fundamental na equidade e justiça”, o declaração ler. “Rejeitamos o preconceito, a exclusão, a opressão e a violência que leva a essas mortes completamente desnecessárias. Temos o compromisso de promover a equidade, a inclusão e a diversidade em todos os aspectos de nossos negócios e do trabalho que fazemos.”

Tocando agora: Principais lançamentos de novos jogos no Switch, PS4, Xbox One e PC esta semana – 13 a 19 de setembro de 2020