Afinal, o TikTok não será vendido

A proposta de venda das operações da TikTok nos EUA para a Oracle e Walmart foi interrompida. O Wall Street Journal está relatando que o negócio foi “arquivado indefinidamente”.

O negócio foi inicialmente promovido pelo então presidente Donald Trump devido às preocupações sobre a propriedade chinesa da empresa, mas o presidente Biden disse ter colocado um fim à venda enquanto seu próprio governo conduz uma análise por conta própria para possíveis riscos de segurança.

O proprietário da TikTok, ByteDance, está atualmente envolvido com membros das equipes de segurança nacional dos EUA para examinar a segurança de dados e, especificamente, como a TikTok coleta dados de usuários americanos e como esses dados podem ser acessados ​​pelo governo da China.

“Planejamos desenvolver uma abordagem abrangente para proteger os dados dos EUA que aborda toda a gama de ameaças que enfrentamos”, disse a porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, Emily Horne, ao WSJ. “Isso inclui o risco representado por aplicativos chineses e outros softwares que operam nos Estados Unidos. Nos próximos meses, esperamos revisar casos específicos à luz de uma compreensão abrangente dos riscos que enfrentamos.”

Trump originalmente exigiu que a TikTok vendesse suas operações nos Estados Unidos para uma empresa americana, e a Oracle e o Walmart acabaram concordando em adquiri-la. A Microsoft estava supostamente na mistura também.

O governo dos Estados Unidos, sob o comando de Trump, também procurou examinar os investimentos da gigante chinesa da internet Tencent, que investiu em várias empresas americanas de jogos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *