Back 4 Blood’s PvP Swarm é “um modo de jogo muito saboroso”, diz o produtor executivo

À frente do beta do Back 4 Blood, temos que seguir em frente com o próximo atirador cooperativo para matar zumbis do desenvolvedor Turtle Rock. Em nosso tempo com o jogo, nós apenas entramos em contato com a campanha PvE. Mas depois, sentei-me com a produtora executiva do Turtle Rock, Lianne Papp, para falar sobre todos os aspectos do Back 4 Blood, incluindo seu modo PvP Swarm, que Papp descreve como “lanchonete” (um termo que irei roubar e usar para descrever muitos jogos do agora).

O modo Swarm é uma competição de melhor de três rodadas, na qual duas equipes de quatro lutam uma contra a outra. Um lado joga como os Limpadores humanos que precisam sobreviver o maior tempo possível, enquanto o outro é composto pelos Cavalgados semelhantes a zumbis que devem matar todos os Limpadores o mais rápido possível.

XBOX em Oferta

Em execução: 22 minutos de uma NOVA jogabilidade de Back 4 Blood

Entre cada rodada, as equipes trocam de lado e o vencedor é aquele que conseguir obter a melhor pontuação. De acordo com Papp, não há limite de tempo concreto para as rodadas. Teoricamente, eles poderia continuar por muito tempo. Mas o modo continua a ser uma fuga fácil porque as rodadas são projetadas para evitar que as partidas em geral durem muito.

“Como os Limpadores, você está nesta arena que está constantemente encolhendo e então você tem um pouco de um limite de tempo do ponto de vista de que vai ficar tão pequeno que será um caos absoluto se você ainda estiver vivo”, disse Papp mim.

“Nós gostamos [Swarm’s] formatar muito. Eu roubei esse termo de outra pessoa na indústria e vou transformá-lo em algo porque o amo. É um modo de jogo muito fácil de usar. Você pode simplesmente entrar, jogar essas rodadas e pronto. E pode ser qualquer coisa de cinco minutos – se você tiver uma correspondência muito desigual – a 15 minutos. “

O design geral de cada mapa PvP também ajuda nesse sentido. De acordo com Papp, a equipe foi “muito intencional sobre quais mapas podem realmente ser jogados em PvP”, garantindo que os Cleaners serão eventualmente atropelados e derrotados pelos Ridden, apesar de seus melhores esforços.

No lançamento, todos os jogadores serão emparelhados, já que Back 4 Blood não será lançado com uma lista de reprodução separada com classificação. Você tem a opção de jogar PvE ou PvP, e é isso. Back 4 Blood irá suportar o jogo cruzado no lançamento também, colocando todos os jogadores no mesmo pote JxJ, mesmo no console e no PC.

“Por padrão, se você deixar tudo do jeito que estamos, você jogará com todos”, disse Papp. “Então essa é a geração atual – Xbox One, PS4 – e a próxima geração. Você pode escolher desligar isso se quiser. [console players] no pool de PCs também – nós fomos em frente e fizemos um grande pote – mas se você quiser desligá-lo, você pode com certeza. “

Se pular para o PvP parece intimidante, ou simplesmente não é o que você quer de um jogo cooperativo de matança de zumbis, você não precisa se envolver com isso. É totalmente opcional e Turtle Rock não vinculou nenhum dos elementos narrativos de Back 4 Blood a ele. “[Swarm] é apenas um modo de jogo “, disse Papp.”[It’s] mais focados em entrar e destruir uns aos outros. “

Em vez disso, a narrativa geral de Back 4 Blood se desenrola na campanha PvE. Semelhante a jogos como Left 4 Dead (que Turtle Rock também desenvolveu) e World War Z, Back 4 Blood não entrega sua narrativa principalmente por meio de cutscenes tradicionais. O jogo parece usar uma narrativa emergente, contando com o diálogo entre os personagens e detalhes no ambiente para pintar um quadro do que está acontecendo. “Não queremos tirar o controle do jogador, forçar o jogo a fazer uma pausa e fazer com que você assista a um filme completo”, disse Papp.

Nenhuma legenda fornecida

Quando jogamos Back 4 Blood durante a prévia, notamos que isso significava que não havia muito sentimento de camaradagem entre os personagens jogáveis ​​- nos primeiros níveis de qualquer maneira, não havia arcos de personagem substanciais ou desenvolvimentos dignos de nota nas relações interpessoais. Os personagens pareciam um pouco monótonos e estereotipadamente genéricos para o gênero de jogo que mata zumbis – eles geralmente trocavam piadas ou se desculpavam por atirar acidentalmente na nuca de seus companheiros de equipe.

Mas onde os Limpadores individuais ficam aquém, o mundo entrega. Os ambientes do Back 4 Blood estão cheios de detalhes a serem descobertos. Há graffiti para notar, notas aleatórias para examinar, casas seguras para explorar. E esses detalhes se traduzem em informações valiosas que informam a jogabilidade, recompensando você por dedicar um tempo para prestar atenção. Como exemplo, terminamos um nível chegando a um pequeno esconderijo que tinha um desenho tosco de um Ogro na parede, com avisos pintados de onde um grupo anterior de sobreviventes havia colidido com ele. O miniboss apareceu no nível seguinte, mas estávamos preparados para isso porque vimos os grafites e acatamos os avisos.

Curiosamente, Papp brincou que Back 4 Blood irá além do diálogo do personagem e detalhes do mundo para contar sua história, mas não revelaria como isso poderia ser. “Haverá mais na narrativa – não entraremos em detalhes agora, você terá que ver no lançamento – mas é principalmente por meio do diálogo”, disse ela.

Não teremos muito mais que esperar para ver o que Papp significa. Back 4 Blood está agendado para lançamento para Xbox Series X | S, Xbox One, PS5, PS4 e PC em 12 de outubro. O jogo também estará disponível no Xbox Game Pass no primeiro dia.

Cibersistemas pode receber uma comissão de ofertas de varejo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *