Capacete de pacificador de John Cena causou problemas durante as filmagens do esquadrão suicida

Os reflexos são o arquiinimigo de uma câmera de cinema, e os artistas de efeitos visuais passam muito tempo eliminando-os. Mas não é sempre que o reflexo vem do capacete em movimento de um personagem principal, como é o caso do personagem Peacemaker de John Cena no próximo filme The Suicide Squad, James Gunn diz.

“O capacete do Peacemaker é uma maldita bola de espelhos”, disse o diretor James Gunn em resposta a uma pergunta no Twitter. “Precisamos remover a mim e à equipe de cada cena em que a usamos, no filme e na [HBO Max spinoff] mostrar.

O capacete reflexivo de Peacemaker protege sua mente das vozes que o assombram (sério), mas também é um problema único para um cineasta. Uma superfície redonda e reflexiva como esta vai capturar não apenas a câmera, mas todo o cenário ao redor do ator. E sendo um capacete, tem toda a imprevisibilidade de um ser humano se movendo diante das câmeras.

Para resolver o problema, explica Gunn, a tripulação precisa atirar uma placa envolvente completa para aplicar no capacete nesses casos. Curiosamente, isso não é completamente diferente da técnica de videogame do Cube Mapping, que é a forma como muitos jogos modernos simulam reflexos.

Se você já esteve na internet nos últimos anos, é quase certo que já viu os memes que tocam no slogan “Você não pode me ver” de John Cena. É engraçado, então, que seu personagem, Peacemaker, seja quem dá dor de cabeça às pessoas atrás das câmeras.

O Esquadrão Suicida está programado para chegar aos cinemas em 6 de agosto de 2021, e o spinoff do Peacemaker de Cena em janeiro de 2022.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *