Chefe de Recursos Humanos da Blizzard ‘Não Está Mais Com a Empresa’

O chefe do departamento de recursos humanos da Blizzard se tornou o segundo executivo a deixar a empresa hoje, na sequência de um processo de discriminação aberto recentemente. Conforme relatado pela Bloomberg, Jesse Meschuk, chefe de recursos humanos globais da empresa, agora deixou a empresa, logo após o presidente da Blizzard J. Allen Brack também deixar a empresa.

Um porta-voz da Activision Blizzard confirmou à Cibersistemas que “Jesse Meschuk não está mais com a empresa”, mas não quis comentar mais. Não houve nenhuma palavra oficial sobre se as saídas de Meschuk e Brack são resultado da ação da Activision Blizzard.

Também parece que Meschuk excluiu sua conta do Twitter, embora não se saiba exatamente quando isso aconteceu. Meschuk não foi citado diretamente no processo como Brack foi; no entanto, o processo alegou que o departamento de RH da Blizzard foi cúmplice no assédio de funcionários.

A ação, movida pelo Departamento de Fair Employment and Housing da Califórnia em julho, alegou que as vítimas de assédio foram “desencorajadas a reclamar, pois o pessoal de recursos humanos era conhecido por estar perto de supostos assediadores”. Em um relatório da Axios, uma dúzia de funcionários atuais e antigos da Activision Blizzard disseram que não apenas o departamento de RH da empresa não ajudou as vítimas, como as descartou ativamente. Uma das pessoas citadas pela Axios disse que o RH costumava responder às tentativas de denúncias de assédio com afirmações como: “Esta não é uma luta que você deseja”.

“Estamos avaliando imediatamente gerentes e líderes em toda a empresa”, disse Bobby Kotick, CEO da Activision Blizzard, em uma carta respondendo às alegações. “Qualquer um que tenha impedido a integridade de nossos processos de avaliação de reclamações e imposição das consequências apropriadas será encerrado.”

Um acionista também entrou com um processo contra a Activision Blizzard, alegando que a empresa fez declarações “falsas e enganosas” sobre a investigação em andamento pela Califórnia. Os funcionários da Activision Blizzard também fizeram uma greve na semana passada, exigindo que a empresa fizesse mudanças e tratasse das acusações apresentadas no processo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *