Mascara RGB da Razer entra no teste beta veja como

O protótipo da máscara RGB da Razer, que foi anunciado como Projeto Hazel, agora tem um nome oficial e está passando por um teste beta, anunciou a empresa. Agora chamada de Zephyr, a máscara é tanto protetora de patógenos aerotransportados quanto aparentemente projetada para fazer você parecer um personagem de Watch Dogs.

A Razer descreve seu trabalho na máscara de aparência cyberpunk como uma tentativa de fazer “a máscara mais inteligente já criada”. E pelos detalhes do Zephyr, ele certamente combina o ethos de design high-tech over-the-top da Razer com a funcionalidade exigida de uma máscara durante a pandemia COVID-19. Muito além de uma simples cobertura facial de tecido, o Zephyr tem ventilação ativa, iluminação interna e externa e – é claro – compatibilidade com o protocolo Chroma da Razer para iluminação RGB em dispositivos.

Também é transparente, projetado para permitir que o usuário ainda mostre as expressões faciais. A função da iluminação interna é permitir que o usuário mostre o rosto mesmo quando está escuro. O Zephyr foi projetado para vir com uma maleta de transporte que carrega e esteriliza a máscara quando ela não está sendo usada. Por fim, a máscara também possui um microfone embutido para transmitir a fala com mais clareza do que quando se usa uma simples cobertura de pano.

Se estiver interessado em experimentar a máscara de aparência futurista, você pode se inscrever para testá-la no site da Razer. A empresa ainda não deu datas ou um preço oficial, mas o anúncio de um nome oficial e do teste beta faz parecer que a Razer leva a sério a colocação do Zephyr no mercado.