Microsoft estaria disposta a permitir Call Of Duty no PS Plus

Início » Games » Microsoft estaria disposta a permitir Call Of Duty no PS Plus

Outro compromisso surgiu da Microsoft, já que a empresa supostamente ofereceu à Sony a opção de colocar Call of Duty no PlayStation Plus. Esta seria uma das mais recentes concessões do fabricante do Xbox em relação à popular franquia FPS como parte de sua oferta para adquirir a Activision Blizzard.

Bloomberg (via VideoGameChronicle) afirma que a Sony não aceitou a oferta. A empresa por trás do PS4 e PS5 ainda está argumentando contra a aquisição, argumentando que a Microsoft poderia tornar o Call of Duty exclusivo para o Xbox.

Agora jogando: Revisão de Call Of Duty: Warzone 2

A Federal Trade Commission está processando a Microsoft por sua tentativa de fusão com a Activision Blizzard. O processo, aberto em 8 de dezembro, afirma que o acordo suprimiria a concorrência na indústria de videogames.

A Microsoft tentou combater as acusações anticompetitivas, fornecendo vários acordos com o Call of Duty em particular. Por exemplo, o fabricante do Xbox teria oferecido um contrato de 10 anos para a Sony, que mantém a franquia FPS no PlayStation. Isso foi seguido por Phil Spencer, chefe do Xbox, afirmando no Twitter que sua empresa “assumiu um compromisso de 10 anos para trazer Call of Duty para [Nintendo] após a fusão da Microsoft e da Activision Blizzard King.”

Toda a saga começou em janeiro, quando a Microsoft anunciou oficialmente a aquisição da Activision Blizzard por quase US$ 70 bilhões. Essa não é apenas a maior fusão da história da Microsoft, mas também da indústria de videogames como um todo. Isto é, se a fusão for concretizada.

Os produtos discutidos aqui foram escolhidos independentemente por nossos editores. A Cibersistemas pode obter uma parte da receita se você comprar qualquer coisa apresentada em nosso site.

Via Game Spot. Post traduzido e adaptado pelo Cibersistemas.pt

Avalie este post

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *