Os desenvolvedores de jogos explicam por que as portas são um dos piores recursos de implementação

Quando você pensa sobre as partes mais difíceis de fazer um jogo, é improvável que a porta humilde esteja em sua mente – a menos que você seja um desenvolvedor de jogos que já tentou portas antes. Um tópico no Twitter do indie dev Stephan Hövelbrinks, que está trabalhando no Death Trash, revelou que as portas estão notoriamente no desenvolvimento de jogos, com desenvolvedores de títulos como The Last Of Us Part 2 e The Witcher 3 concordando.

Hövelbrinks explica que os maiores problemas surgem de portas serem “um funil dinâmico e bloqueio no pathfinding, potencialmente bloqueado, potencialmente destrutível, mas em geral porque eles se situam potencialmente entre qualquer interação do jogo ou situação personagem para personagem daqui para lá.”

Provando seu ponto de vista, portas trancadas têm sido a causa de uma série de bugs que quebram o jogo, mesmo em jogos AAA de alto nível. Hövelbrinks aponta que alguns desenvolvedores AAA evitam usar portas, como toda a série Assassin’s Creed até Valhalla – embora até a implementação de portas do Valhalla fosse frequentemente falha e não muito popular entre os fãs.

O co-diretor do jogo The Last of Us Parte II, Kurt Margenau, escreveu um tópico no Twitter sobre o assunto, falando sobre como era difícil projetar portas que funcionassem com combate, furtividade e ainda se encaixassem nas animações realistas do jogo.

Margenau credita a complicada física do jogo que as portas exigiram ao desenvolvedor Jaros Sinecky, que já foi aclamado por seu trabalho na impressionante física da corda do TLOU2. Sinecky também contribuiu para o mecanismo de quebra de vidros incrivelmente detalhado que investigamos no ano passado.

Outros desenvolvedores entraram na conversa sobre portas, alguns simplesmente lamentando o quão difíceis são, e outros explicando como consertaram bugs relacionados a portas ou simplesmente contornaram a necessidade de usar portas.

Portanto, da próxima vez que você estiver jogando com portas, pare um pouco e avalie como deve ter sido difícil implementá-las – especialmente se elas forem bloqueadas e desbloqueadas.

Tocando agora: The Last Of Us – Parte 2 – Por Dentro dos Detalhes

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *