Revisão de A Quiet Place – Parte II: Um Acompanhamento Intenso e Rápido

Muitos dos filmes de terror mais eficazes funcionam por causa de um truque único e eficaz. O sucesso de 2018, A Quiet Place, usou o som como sua maior ameaça. Neste filme de monstro pós-apocalíptico, criaturas alienígenas aterrorizantes, mas cegas, invadiram o planeta e usam o som para encontrar suas presas. O diretor e estrela John Krasinski apresentou um filme tenso e assustador focado nas tentativas de uma família de permanecer viva sendo o mais silenciosa possível – o que não é fácil quando você precisa encontrar suprimentos, dar à luz e evitar pregos grandes que se projetem de degraus de madeira .

A sequência, que finalmente chega este mês após um atraso de 14 meses, é mais uma vez dirigida por Krasinski, que também é o único roteirista desta vez. O personagem de Krasinski, Lee Abbott, não saiu vivo do primeiro filme, mas ele aparece na sequência de abertura, que nos leva de volta ao primeiro dia do apocalipse alienígena. É uma cena selvagem e intensa que dá o tom para o resto do filme, quando Lee, sua esposa Evelyn (Emily Blunt) e os filhos Regan (Millicent Simmonds) e Marcus (Noah Jupe) correm em busca de segurança enquanto sua pequena cidade é invadida pelas enormes criaturas com vários membros.

A partir daí, a história recomeça momentos após o final do primeiro filme, 18 meses após o fim do mundo. Evelyn, Regan, Marcus e o bebê recém-nascido escapam de sua casa de fazenda em chamas e partem para o mundo deserto e perigoso. Eles logo encontram outro homem local, Emmett (Cillian Murphy), que perdeu sua família e agora está sobrevivendo o melhor que pode. No início, Emmett não quer que eles fiquem no prédio abandonado em que ele está se abrigando, mas quando Regan deixa o grupo para procurar ajuda sozinho, Evelyn o convence a ir para a selva para encontrá-la.

Enquanto o primeiro Quiet Place misturava tensas emoções de terror com um drama familiar afetivo, a sequência dá muito mais ênfase ao primeiro. O filme encontra alguns momentos de inatividade para os abatidos Abbotts, mas na maior parte é uma série despojada e intensa de cenários, principalmente baseados na mesma coisa: ficar quieto para não se separar. O filme dura apenas 97 minutos e é editado impiedosamente para maximizar os sustos. Há momentos em que um pouco mais de espaço para respirar poderia ter sido apreciado, particularmente quando uma comunidade de sobreviventes é encontrada mais tarde no filme, mas crédito a Krasinski por saber como manter a tensão alta incluindo apenas cenas que são absolutamente necessárias. Um filme de Zack Snyder, esse não é.

A força do elenco ajuda muito a nos manter investidos na sobrevivência de seus personagens. O primeiro filme estabeleceu um vínculo forte e crível entre eles, e Krasinski depende dessa química natural. Em particular, a relação entre a deficiente auditiva Regan e seu irmão Marcus é lindamente representada por Simmons e Jupe, que se comunicam por meio de linguagem de sinais. Regan é a personagem mais corajosa e engenhosa do filme, e Simmons prova ser uma atriz carismática e dominante. É uma pena que Blunt tenha ficado literalmente segurando o bebê durante grande parte do filme, o que significa que Murphy terá que fazer muito mais coisas do herói de ação, enquanto Emmett e Regan embarcam em sua própria aventura.

Dividir o grupo em grande parte do filme é uma escolha ousada, considerando que o original funcionou tão bem com uma unidade familiar tentando se manter viva em um único cenário. Mas Krasinski realmente mostra suas habilidades em desenvolvimento como cineasta aqui, com alguns cortes transversais soberbamente executados garantindo que somos capazes de ficar simultaneamente presos por encontros perigosos em dois ou três locais completamente separados. E embora o filme esteja mais interessado em nos assustar do que em fornecer muito em termos de desenvolvimento de personagens ou construção de mundos, vemos o mundo além da fazenda pela primeira vez – e não é bonito. Apesar da abundância de histórias de sobreviventes pós-apocalípticas nos filmes e na TV recentes, ainda é um choque ver a rapidez com que a sociedade desmoronou neste mundo.

Apesar do CGI de alta qualidade e do design das criaturas impressionantemente esquisitas – os monstros não são mais mantidos nas sombras – o uso do som continua sendo um dos maiores recursos técnicos do filme. Krasinski frequentemente mostrará como Regan percebe seu ambiente, cortando o áudio completamente, antes de voltar ao som dos gritos aterrorizantes das criaturas e à trilha sonora de Marco Beltrami. As tentativas de Emmett e Regan de se comunicarem através da leitura labial e de sua linguagem de sinais rudimentar também dão ao filme algumas de suas cenas mais tocantes.

A Quiet Place Parte III já foi anunciada, e embora haja definitivamente mais milhagem a ser obtida desses personagens e deste mundo, é difícil escapar da sensação de que afetou a forma como o segundo filme se desenrola. Resumindo – não acaba realmente, apenas pára. O que, para ser justo, está de acordo com o ritmo implacável do começo ao fim, e nesta era de finais estendidos e cenas de créditos intermediários, é revigorante assistir a um filme que é confiante o suficiente para simplesmente terminar. Mas ainda há questões que alguns minutos a mais poderiam ter ajudado a resolver e feito tudo parecer menos com o penúltimo episódio de um programa de TV emocionante.

Mas, na maior parte, A Quiet Place: Part II é o melhor tipo de sequência de terror – uma que honra os elementos que fizeram o primeiro sucesso, mas em vez de simplesmente repetir a fórmula, encontra novas maneiras de manter a história atualizada e os sustos efetivos. Krasinski já entregou as rédeas do terceiro filme para Jeff Nichols do Midnight Special, e não está claro se ele permanecerá horrorizado nos filmes subsequentes como diretor. Será uma perda para o gênero se isso for tudo que tivermos, já que A Quiet Place: Part II continua seu crescimento como um de seus cineastas mais qualificados.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *