Henry Cavill, reconhecido por seu papel como Superman no DCEU e por protagonizar a série da Netflix, The Witcher, declarou que não é entusiasta de cenas íntimas em produções cinematográficas, argumentando que considera o uso excessivo dessas cenas.

Em uma entrevista com Josh Horowitz, Cavill explicou sua perspectiva, afirmando que, na sua opinião, é mais eficaz não retratar personagens em momentos de intimidade na tela, pois a “imaginação humana” é capaz de criar representações mais impactantes do que o que poderia ser mostrado visualmente.

Ator diz que cenas de sexo aparecem em excesso “hoje em dia”

1707345913 Henry Cavill nao e fa de cenas de sexo e

“Eu não entendo – não sou fã”, afirmou Cavill. Ele reconheceu que existem situações em que uma cena de sexo pode contribuir positivamente para um filme, beneficiando não apenas o público, mas observou que, por vezes, essas cenas são empregadas de maneira excessiva nos dias atuais.

Cavill prosseguiu explicando que, em algumas ocasiões, a equipe de produção pode questionar a necessidade dessas cenas, ponderando se são realmente essenciais ou apenas uma exibição de corpos com pouca vestimenta. Ele salientou que, em alguns casos, tais cenas não contribuem para o desenvolvimento da trama e podem ser desafiadoras de filmar.

“É aí que as coisas começam a ficar desconfortáveis e você pensa: ‘Não há uma atuação aqui. Não há uma peça que vá se desenrolar no resto do filme'”.

Para mais informações sobre Cavill, confira nossa matéria em que ele compartilha que trabalhar em Warhammer 40k é considerado “o maior privilégio” de sua carreira.