Novas pessoas criam jogos em vídeo examina como grandes editores exploram mão de obra externa

Os videogames são empreendimentos gigantescos para qualquer empresa hoje em dia e, embora um desenvolvedor primário trabalhe na parte principal de um jogo, não é incomum terceirizar o trabalho para outro estúdio em todo o mundo. O canal People Make Games do YouTube destacou essa prática, o que, sem surpresa, revela que muitos desses estúdios de desenvolvimento de jogos via satélite forçam seus funcionários a suportar níveis brutais de crise.

O apresentador da People Make Games, Chris Bratt, falou com 19 desenvolvedores atuais e antigos em dois estúdios do sudeste asiático, descobrindo que a indústria de jogos continua lucrando com uma enorme quantidade de trabalho não pago. Os funcionários trabalhavam 70 horas por semana, sendo pagos apenas por 40 dessas horas, muitas vezes passando tarde da noite em suas estações de trabalho e trabalhando nos fins de semana para cumprir prazos irrealistas.

Quanto ao motivo de alguém se comprometer com períodos tão brutais de crise, os funcionários entrevistados explicaram que esperavam que seus esforços lhes permitissem conseguir empregos em estúdios estabelecidos, mas isso muitas vezes os fazia se sentirem completamente esgotados pelo tempo que tinham terminou de passar pelo desafio de desenvolvimento.

Um exemplo notável disso que o vídeo de Bratt cobriu foi o Lemon Sky Studios na Malásia, que foi acusado de explorar seus 300 funcionários enquanto trabalhava em jogos como The Last Of Us Parte 2, Homem-Aranha: Miles Morales e Gears 5.

“Todo mundo estava tão estressado que eu tinha uma amiga que chorou no trabalho, no banheiro também, porque não aguentava”, disse um ex-funcionário do Lemon Sky Studio a Bratt. “Outro amigo costumava dormir apenas três horas e basicamente ir para casa tomar banho.”

Você pode aprender sobre como grandes estúdios e editoras fazem uso de estúdios externos e muito mais, no excelente vídeo informativo acima.

Cibersistemas pode receber uma comissão de ofertas de varejo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *