Ray Fisher acusa executivos da Warner Bros. de comportamento racista

Ray Fisher acusa executivos da Warner Bros. de comportamento racista

29 de October, 2020 0 By António César de Andrade



O ator ciborgue Ray Fisher tornou-se um crítico declarado dos chefes da Warner Bros. ao longo do ano. Ele foi levado à mídia social várias vezes para denunciar o comportamento abusivo e racista que ele e outros membros do elenco enfrentaram no set para a Liga da Justiça, depois que a produção foi transferida do diretor original Zack Snyder para o rebatedor Joss Whedon, que terminou o filme.

A primeira em que ele retratou publicamente seu elogio a Whedon durante o painel do filme em San Diego Comic-Con, acrescentando que os produtores Geoff Johns e John Berg também foram cúmplices dos abusos que o elenco enfrentou. Mais tarde, a Warner Bros. emitiu um comunicado dizendo que Fisher não estava cumprindo suas tentativas de investigar essas alegações, o que Fisher negou. Ele foi então co-estrela para condenar as ações que a Warner Bros. havia tomado, incluindo o vazamento de informações sobre um filme que Momoa iria estrelar como uma “distração”.

Agora, Fisher sentou-se para mergulhar ainda mais nos abusos que ele e outros membros do elenco enfrentaram no set, incluindo racismo flagrante a mando do chefe da Warner Bros. Toby Emmerich, que desempenhou um papel nas “conversas racistas” em torno da pós-produção de o filme.

“O que deixou minha alma em chamas e me forçou a falar sobre Joss Whedon neste verão foi o fato de eu ter sido informado de que Joss ordenou que a pele de um ator de cor fosse mudada na pós-produção porque ele não gostava da cor de seus tom de pele “, disse Fisher à Forbes. “Antes do processo de refilmagem da Liga da Justiça, conversas abertamente racistas foram mantidas e entretidas – em várias ocasiões – por ex e atuais executivos de alto nível da Warner Bros. Pictures. Os tomadores de decisão que participaram dessas conversas racistas foram Geoff Johns, Jon Berg e o atual presidente do Warner Bros. Pictures Group, Toby Emmerich. “

Estranhamente, apesar da alegada má conduta e óbvio sangue ruim sentido entre Fisher e Warner Bros., pelas filmagens adicionais sendo filmadas para o próximo filme de Zack Snyder, que deve estrear na HBO Max no próximo ano.

Click to rate this post!
[Total: 0 Average: 0]